segunda-feira, 22 de março de 2010

today, yesterday

Havia sempre esse nível subliminar - e às vezes não muito subliminar - de rivalidade e profunda, profunda, profunda paranóia. Quer dizer, você está ligado há nove dias, são visão periférica está turvando, tudo está se movendo na sala, você não sabe nada de nada, então um comentário casual adquire um profundo, profundo, profundo significado, de im portância cósmica. Isso realmente f* com você.

quinta-feira, 18 de março de 2010

P.S.: I Love You


O amor é capaz de destruir a barreira entre a vida e a morte. A tênue linha entre o ser e o deixar, entre a respiração e o suspiro lento, que beira a morbidez. Não podemos fugir dela, visto que somos seres humanos, criaturas tão orgânicas quanto a própria terra em que vamos apodrecer. Existem pessoas que não deixam passar. Pessoas que, mesmo padecendo, pensam apenas no próximo, aquele que vai ficar, que vai sentir, que vai sofrer. Existem pessoas especiais. Gente que vem pra recompor, pra ensinar, pra ajudar, mas que vai embora cedo demais pra poder receber a recompensa. Uma história linda, envolvente, visceral, que muda o pensamento daquele que se envolve...